Dia do Hoteleiro

Dia do Hoteleiro

09/11/2016 21 Por imprensa

Hoje comemoramos o Dia do Hoteleiro, dia de felicitar todos aqueles profissionais que trabalham nos diversos meios de hospedagem pelo mundo todo. 

Na economia, o turismo sempre apresentou destaque na criação de inúmeros empregos diretos e indiretos e no incentivo à diversidade econômica local. É correto afirmar ainda que, em muitas cidades, foi com o desenvolvimento do turismo que houve a formação do comércio  local, constituído, predominantemente, de pequenos comerciantes e prestadores de serviços ligados direta e indiretamente a atividade.

Atualmente aproximadamente 52 segmentos da economia são impulsionados diretamente pela atividade e, com certeza, tem seu efeito multiplicador em outros setores.  Em Santa Catarina, por exemplo, o turismo já tem um peso expressivo, respondendo por cerca de 13% do PIB.

O setor hoteleiro é hoje um dos mais sólidos do turismo brasileiro, sendo responsável por mais de 1,3 milhão de empregos diretos no país.  Uma indústria limpa, com um enorme poder gerador de emprego e renda, visto que engloba, em um mesmo ambiente, profissionais de hospedagem, lazer, recreação, e alimentos e bebidas, entre outros. É também nos meios de hospedagens – hotéis, resorts, pousadas ou albergues – que os turistas, de negócios ou lazer, ficam quando optam por permanecerem mais de um dia no mesmo destino.

Por mais de 9 anos tenho a oportunidade de conviver com profissionais deste setor e, em 2015, tive o privilégio de poder registrar, no livro “ABIH-SC: Meio século impulsionando o turismo e o comércio de Santa Catarina”, a trajetória desta que é uma das mais representativas entidade do turismo catarinense. Para conhecer um pouco mais sobre a entidade, confira abaixo, o depoimento dos ex-presidentes. Se desejar receber o livro no formato digital basta encaminhar um e-mail para vania@vmcomunicacao.com.br

Neste dia nove de novembro, nosso reconhecimento e um super parabéns a todos esses profissionais – gerentes, administradores, proprietários de hotéis, entre outros – que com dedicação e competência acolhem o turista em seu estabelecimento de forma muita hospitaleira sendo, em grande parte, responsáveis pelo sucesso de uma viagem e retorno do visitante ao destino.

Parabéns hoteleiros pelo seu dia!

Vânia Monteiro

VM Comunicação

 

1965 – 1971 – Odson Cardoso

https://vimeo.com/145252605  

Liderada por Odson Cardoso, no dia 05 de setembro de 1965, em jantar da tradicional “cúpula” da hotelaria da capital, é fundada, em Florianópolis, a ABIH Seccional Santa Catarina. Não há dúvidas que aquela união iria desenvolver ainda mais a hotelaria e o turismo em todas as suas manifestações. Unificar pleitos junto ao governo, amparar e defender os legítimos interesses da categoria, uma maior integração dos empresários e a busca de soluções para o desenvolvimento do setor foram, e continuam sendo até hoje, os principais objetivos da entidade.

1971 a 1975 e 1977 a 1983 – Francisco de Paula Moraes Vaz

https://vimeo.com/145252603 /

Presidente da ABIH-SC de 1971 a 1975 e de 1977 a 1983, sua colaboração ao desenvolvimento da entidade durou mais de 10 anos. Foi durante sua gestão que Santa Catarina sediou o XXIII Congresso Nacional de Hotéis e Restaurantes, em 1981, dando projeção ao estado e visibilidade às ações da entidade. Sua contribuição continuou em outras gestões como membro da diretoria e, em 1992, era o representante nacional da hotelaria no Mercosul.

 

1975 a 1977 – Ony de Carvalho – sem vídeo

Presidente da ABIH-SC de 1975 a 1977, Ony assumia a entidade já com a missão de organizar a III Convenção Centro-Sul de hotelaria, o primeiro grande evento realizado pela ABIH-SC com projeção internacional. Segundo registros da época, foi o melhor e mais bem organizado evento regional da hotelaria de todos os tempos. Foi neste período que se iniciaram as instalações das delegacias regionais e a representatividade da ABIH-SC ganhou força em todo estado.

 

1983 a 1985 – Egon Prochnow – sem vídeo

A cidade de Balneário Camboriú sempre foi uma referência turística em Santa Catarina, prova disso foi a realização dos dois principais eventos que marcaram a história da ABIH-SC nestes 50 anos e, também a indicação do primeiro presidente da entidade fora da capital. Foi na gestão de Egon Prochnow, de 1983 a 1985, que a ABIH-SC criou o ENCATHO, seu principal evento até os dias atuais. Desde sua fundação, Egon Prochnow, falecido em 2005, foi a primeira grande perda de um dos líderes da entidade.

 

1985 a 1994 – João Moura Neto – https://vimeo.com/145252593

Um dos ex-presidentes mais condecorados da entidade, João Moura comandou a entidade de 1985 a 1994. Foram nove anos como o representante máximo da hotelaria catarinense e também o responsável pela criação da EXPROTEL, em 1986, feira de produtos e serviços do turismo e hotelaria que até hoje é reduto de grandes negócios para os empreendedores.

 

1994 a 1998 – Luiz Carlos Nunes – https://vimeo.com/145252604

Foi presidente da ABIH-SC de 1994 a 1998. Seus relevantes serviços prestados à categoria conduziram Luiz Carlos Nunes até o mais alto posto hierárquico dentro da entidade, o de presidente da ABIH Nacional. O empresário catarinense, proprietário do Hotel Beiramar, de Itapema, era o representante máximo da hotelaria nacional. Junto com ele um grupo de hoteleiros do Estado também integrou de 2002 a 2004 a diretoria nacional.

 

1998 a 2000 – Geraldo Linzmeyer – https://vimeo.com/145252597

Nos dois anos de sua gestão (1998/2000), deu continuidade aos trabalhos de seus antecessores e imprimiu seu próprio ritmo de administração, tendo como filosofia a arte de bem receber e a melhoria das taxas de ocupação da rede hoteleira catarinense. Foi em seu mandato que a entidade lançou seu primeiro portal.

 

2000 a 2002 – Volnei José Koch – https://vimeo.com/145252611

Há 15 anos, Volnei José Koch assumia a presidência da ABIH-SC para a gestão 2000-2002, tendo como lema “Não há turismo sem hotéis, mas não haverá hotéis sem turismo”. No ano em que a associação comemora meio século de lutas em prol do empresariado hoteleiro e do turismo, Volnei Koch afirma que o pano de fundo do lema de sua gestão tinha como foco atender os cinco “C” do turismo: Caminho, Cama, Comida, Compras e Carinho, ainda válidos para conquistar hóspedes cada vez mais exigentes.

 

2002 a 2004 – Edson Ziolkowski – https://vimeo.com/145252598

De 2002 a 2004, pela primeira vez na história da ABIH-SC, um hoteleiro do Oeste assumia o comando da entidade. Entre suas principais ações o projeto “Vote pelo Turismo” que apresentou aos candidatos um manifesto do trade. Como resultado, após as eleições, a convocação das entidades do turismo para o desenvolvimento do “Plano Catarina 2020”, aprovado em 2010. Foi também durante sua gestão, em 2002, que a hotelaria inovou a forma de comemorar o “Dia do Hoteleiro”. Os empresários recebiam em seus hotéis crianças de escolas públicas e, após apresentar a estrutura e rotina do empreendimento, ofereciam café da manhã. Além da alimentação, alguns hotéis e pousadas ofereciam atividade de recreação e transporte gratuito. Na primeira edição aproximadamente 5.000 crianças foram atendidas e Santa Catarina novamente ganhava a atenção nacional pela implantação bem sucedida de um projeto. Esta ação permanece até hoje e é considerada a principal mobilização social da hotelaria nacional.

 

 

 

2004 a 2006 e 2009 a 2012 – João Eduardo Amaral Moritz – https://vimeo.com/145252600

Presidente da ABIH-SC de 2004 a 2006, 2009 a 2010 e 2010 a 2012, Moritz deu continuidade às ações propostas e ainda não realizadas pelas gestões anteriores, mantendo como foco o sucesso de seus associados, uma entidade consolidada e ampliada, integrada ao trade turístico e à sociedade, sempre em busca do fortalecimento do turismo. Em 2005, quarenta anos haviam se passado e, a maior indústria do mundo precisava se adaptar as mudanças e tornar-se mais presente no mundo online, investir em treinamento, qualificação, tecnologia e informação. Moritz buscou formas de reduzir impostos e taxas, procurou parcerias que oferecessem formas de racionalizar os custos dos hotéis, desenvolveu projetos de treinamento para formar novos profissionais para o mercado, bem como, qualificar a mão de obra existente. Seus esforços geram até hoje resultados na promoção e divulgação da hotelaria e do turismo catarinense.

 

2007 a 2008 – Wilson Luiz Machado de Macedo – https://vimeo.com/145252610

Eleito para a gestão 2007/2008, o empresário de Piratura, no Vale do Contestado, tinha como suas metas: uma hotelaria de excelência, interiorização, maior sinergia com o governo do Estado, comercialização dos estabelecimentos associados e maior integração com o trade turístico. Foi durante seu mandato, numa parceria público-privada, que foi realizado o primeiro levantamento de todos os meios de hospedagem nos 293 municípios de Santa Catarina. O êxito destas ações e o sucesso de sua gestão tiveram duas peças chaves: a informação e a comunicação.  A grande sinergia entre a instituição e o empresariado hoteleiro tornava a hotelaria do Estado, uma “Hotelaria de Excelência”.

2013 a 2016 – Samuel Rabelo Koch – https://vimeo.com/145252609

Em 2013, juntamente com a diretoria executiva e o conselho consultivo, Samuel Koch assumia a presidência da ABIH-SC. Tinha a proposta de reestruturação da entidade e uma aproximação ainda maior com os meios de hospedagem em um novo cenário onde a tecnologia e a informação são fundamentais.  Nesses três anos à frente da associação, consolidaram muitos benefícios, firmaram importantes parcerias e colocaram em prática o ABIH-SC Road Show.

 

 

 

Share Button